Mais quatro ônibus elétricos entram em operação em Porto Alegre

Mais quatro ônibus elétricos entram em operação em Porto Alegre

Porto Alegre recebe quatro ônibus elétricos 100% brasileiros Eletra de 12,1m, piso baixo, para compor o sistema de transporte público da cidade

Porto Alegre recebe quatro novos ônibus que serão operados pela Sudeste Transportes. Na ocasião, também foi apresentada a primeira concessionária a oferecer assistência técnica para os elétricos Eletra no mercado da região Sul, a Mecasul.

Somente esses quatro ônibus serão capazes de reduzir em 426 toneladas o carbono emitido durante 1 ano na cidade. Durante sua vida útil, de cerca de 15 anos, seriam quase 6,4 milhões de toneladas a menos de CO² no meio ambiente.

 

Os ônibus que atenderão Porto Alegre têm 12,1m (Básico), piso baixo, capacidade para 70 passageiros e um cadeirante, e autonomia de 200 a 250km. Todos dispõem de ar-condicionado, wi-fi w tomada USB.

Os ônibus têm tecnologia de tração elétrica e integração Eletra, carroceria Caio eMillennium, motor elétrico e baterias WEG – todas elas empresas brasileiras – e chassis Mercedes Benz, fabricados em São Bernardo do Campo (SP).

 

PROGRAMA MAIS TRANSPORTE

 

Segundo a secretário municipal de Mobilidade de Porto Alegre, Adão de Castro Júnior, a compra desses quatro veículos faz parte do Programa MaisTransporte, que tem como objetivo oferecer um transporte público de qualidade, com mais conforto, renovação de frota para veículos menos poluente ou zero poluição, como no caso dos ônibus elétricos.

 

No podcast POACast, durante o South Summit Brasil, em 22 de março, com a participação do secretário de Comunicação, Luiz Otávio, e a diretora executiva a Eletra, Iêda Oliveira, Castro Júnior informou que a cidade terá ainda neste semestre 12 ônibus elétricos, que farão dois trajetos, e será um projeto piloto para a cidade. A prefeitura também está investindo na infraestrutura de carregamento para comportar o avanço dos elétricos. “Esse projeto é um grande laboratório para aprender sobre a implementação de ônibus elétrico em larga escala”, afirmou.

 

 

Iêda Oliveira lembrou que Porto Alegre é uma cidade com excelentes condições para a implementação de um sistema de transporte público com ônibus elétricos. “Os ônibus elétricos, além de não poluírem o ar em absoluto, são silenciosos, diminuem a incidência de doenças, o que alivia o sistema de saúde, e colaboram com a preservação dos monumentos da cidade, pois não soltam fuligem”. E acrescentou “o rendimento de um ônibus elétrico em Porto Alegre comparado, por exemplo, com a periferia de São Paulo, é significativamente melhor. E, esse projeto piloto da Prefeitura nos permitirá fazer todos os ajustes necessário para a melhor operação”.

 

LINHA COMPLETA
Ao longo de 2023, a Eletra apresentou ao mercado a mais completa linha de ônibus elétricos da América Latina, todos fabricados no Brasil com tecnologia nacional.

São oito novos modelos, desenhados para atender às diferentes características topográficas e urbanas das cidades brasileiras e latino-americanas.

E mais o e-Trol, um trólebus com ampla autonomia sem contato com a rede aéras, produzido especialmente para produção em vias seguregadas e BRT (Bus Rapid Transit).

Os ônibus elétricos Eletra são o resultado da parceria da Eletra com algumas das principais empresas de transporte público sustentável no Brasil.

 

 

  • 10m – Midi (chassi Mercedes-Benz, carroceria Caio, motores elétricos e baterias WEG).
  • 12,1m – Básico (chassi Mercedes-Benz, carroceria Caio, motores elétricos e baterias WEG);
  • 12,5m (chassi Mercedes-Benz, carroceria Caio, motores elétricos e baterias WEG);
  • 12,8m – Padron (chassi Mercedes-Benz, carroceria Caio, motores elétricos e baterias WEG);
  • 15m (chassi Scania, carroceria Caio, motores elétricos e baterias WEG);
  • 21,5m – Articulado (chassi Mercedes-Benz, carroceria Caio, motores elétricos e baterias WEG);
  • Escolar 9,7m (chassi Volkswagem, carroceria Caio, motores elétricos e baterias WEG);
  • Escolar 11,3m (chassi Mercedes Benz, carroceria Caio, motores elétricos e baterias WEG).

 

Toda a Linha Eletra é produzida numa área industrial de 27 mil m² na Via Anchieta, São Bernardo do Campo, coração industrial da Grande São Paulo.

A nova fábrica entrou em operação em maio de 2022 e tem capacidade de produzir 150 ônibus elétricos/mês, ou até 1.800/ano, podendo aumentar essa produção em 50%, dependendo da demanda.

A ampliação das instalações faz parte de um plano de investimentos cujo objetivo é posicionar a empresa como a principal indústria nacional de veículos elétricos pesados.

 

Com inf. da Eletra

Gostou do que leu?

Então confira outros conteúdos recomendados para você!

FETPESP contrata Técnico para Programa Despoluir

Saiba mais

Prazo da Pesquisa CNT Perfil Empresarial é Prorrogado até 12 de Julho

Saiba mais

Programa Despoluir renova sua frota para ampliar Avaliações Veiculares

Saiba mais

Capacitação é foco da COMJOVEM Passageiros da FETPESP

Saiba mais